Arquivo | Pêra RSS feed for this section

Bolinhos de Pêra e Gengibre

1 maio

É aquela história, né, dizem os estudiosos que cozinhar é um dos novos hobbies. De atividade enfadonha e obrigatória, se torna forma de lazer para os foodies e afins, e o comer assume o caráter de prazer – o que não é nada inédito, afinal. Alguns dirão que, na verdade, o hábito se populariza na contemporaneidade como jamais aconteceu, mas os dados ainda não são muito confiáveis. O fato é que os canais (especialmente fechados) de televisão incluem cada vez mais programas de culinária na programação, e algumas figuras se tornam bastante populares. Da elegância da Martha Stewart ao deboche do Larica Total, vale tudo.

A Nigella é dessas. Figura consolidada nos blogs, nas livrarias, nos programas de televisões. Gera até mesmo discussões mais acaloradas sobre seu jeito de cozinhar. A proposta dela, se podemos dizer que existe uma, é fazer uma comida guilt-free. Veja bem, ela é uma inglesa rechonchuda, que lambe os dedos enquanto cozinha e conta como manteiga e chocolate são coisas maravilhosas – enquanto despeja um tablete de cada numa receitinha. Eu, particularmente, acho ótimo. Meu irmão, nutricionista, estilo como-pra-viver e não uso nem sal, tem calafrios.

O fato é que esses bolinhos (muffins, em inglês) são das receitas dela. São mais um caso da minha conversão alimentícia, como diria a Ana Elisa. A história é a seguinte: Taisinha nunca gostou de pêras. Essa história de uma fruta aguada, sem gosto e cara não era pra mim. Isso porque, provavelmente, era comprada na época errada (voltaremos a essa história da sazonalidade depois). Foi aí que começou a perceber que muitas das frutas que eu não gostava in natura eram deliciosas quando aquecidas, com todos aqueles açúcares sendo liberados. Quando chegou a época das benditas, resolveu comprá-las e esses bolinhos pareceram uma boa ideia. E, verdadeiramente, são. Eu e namorido [outro suposto “mas eu não gosto de pêra!”] ficamos tão vidrados por eles, que já fiz essa receita repetidas vezes. A mistura do doce da pêra com o ardidinho do gengibre e a massa cremosa é excepcional.  Acalma qualquer coração (ou estômago).

Não se acanhem. Façam. Hoje, se possível.

Bolinhos de Pêra com Gengibre

Um pouquinho adaptada do Nigella Express

40 minutos pra fazer 12 muffins

Precisa de quê?

  • 1 e 3/4 xícaras de farinha de trigo
  • 3 / 4 xícara de açúcar
  • 1/4 xícara + 6 colheres de chá de açúcar mascavo
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • 1 colher de chá de gengibre ralado [ela usa em pó]
  • 1/2 colher de chá de canela
  • 1 pitada de noz moscada
  • 2 / 3 xícara de creme de leite
  • 1/4 xícara de óleo vegetal [prefira sem sabor, como canola]
  • 1 colher de sopa de mel
  • 2 ovos grandes
  • 1 1 / 2 xícaras de pêras, descascadas e picadas em cubos de 3 cm [com ou sem casca]

Faz assim, ó

  1. Pré-aqueça o forno a 220ºC.
  2. Forre a forma de alumínio dos cupcakes com as forminhas de papel.
  3. Misture os ingredientes secos em uma tigela grande: a farinha, o açúcar, 1/2 xícara [do total] de açúcar mascavo, as especiarias e o fermento.
  4. Em uma tigela média, misture o creme de leite, o óleo, o mel, os ovos e o gengibre.
  5. Junte a mistura do líquido aos secos, mexendo apenas até misturar (não bater muito a massa faz bolos mais fofinhos). Junte a pêra em cubos, finalmente.
  6. Despeje a mistura nas forminhas [eu uso uma concha de molhos].
  7. Polvilhe cada um dos bolinhos com o açúcar mascavo restante, 1/2 colher de chá em cada.
  8. Leve ao forno por 20 minutos [no meu fogão porcaria, foram 40].
  9. Transfira para uma grade para esfriar uniformemente [eu uso a grade da churrasqueira do namorado, mas não se intimide com este passo].

Quê mais?

  • Ele é melhor comido morno. Especialmente com uma bola de sorvete de creme.